Os estudantes secundaristas da Escola Pedro Amazonas Pedroso, de Belém do Pará, realizaram ontem, 23/09, uma mobilização denunciando o governo e apoiando as pautas de reivindicações dos professores. Os trabalhadores da educação entrarão em greve a partir da próxima segunda-feira, 26/09.

De acordo com Raphael Castro, estudante do Pedroso e militante do Vamos à Luta, “hoje a Almirante está colorida de azul e preto (cores do uniforme da escola)! Nem a diretora pôde nos impedir! Queremos aula sim, mas queremos salário digno para nossos mestres, queremos ensino público de qualidade e isso o governo Jatene   tem ignorado. Por isso nos somamos a luta de nossos educadores que é a mesma luta que nós estudantes travamos”.

Os estudantes decidiram em assembléia que irão se somar a passeata que os professores realizarão na segunda-feira, às 9h, com concentração na praça do Can. “Vamos fazer desse dia um dia de luta e de indignação de estudantes e trabalhadores em defesa da educação, levando nossas pautas de reforma nas escolas, mais livros nas bibliotecas e segurança”, completou Raphael.  

Estudantes de cursinhos
Os estudantes de cursinhos também se somaram a mobilização do fechamento da Almirante Barroso. Eles reivindicam a mudança das datas da realização das provas da UFPA e UFRA que ocorreram no mesmo dia.