Mariana Trindade é secundarista da Escola de Aplicação da UFPA, militante do Vamos à Luta! e diretora da União Brasileira de Estudantes Secundaristas/UBES em oposição de esquerda à direção majoritária do PT/PCdoB.
Está apoiando a luta contra o aumento das mensalidades!

Nota Pública: Grêmios secundaristas no Pará em apoio à luta contra o aumento nas mensalidades das instituições particulares de ensino!

O Diretório Central de Estudantes da Universidade da Amazônia – DCE UNAMA e estudantes de outras instituições particulares de ensino estão construindo uma campanha de denúncia e uma manifestação pública contra o aumento das mensalidades. Está marcada para o dia 13/01/15, às 9h, em frente ao PROCON-PA (Trav. Castelo Branco, nº 1029), durante a reunião organizada pelo órgão estadual que ocorre anualmente para discutir o reajuste. Em 2015 os empresários querem um aumento em torno de 9% nas mensalidades de todos os estudantes de escolas, faculdades e universidades de todo Pará. Um completo absurdo!

O Governo Dilma (PT/PMDB/PCdoB) e Jatente (PSDB) são os responsáveis pela farra das mensalidades através da não regulamentação do ensino pago e pelo PROCON-PA estar a 20 anos garantindo os aumentos acima do índice da inflação para encher os bolsos de empresários às custas da educação! Que deveria ser pública, gratuita, laica, democrática e de qualidade para todos! Dilma segue entregando quase 50% do orçamento brasileiro para o empresários e bancos através da Dívida Pública, enquanto falta saúde, transporte e educação! O resultado é que cerca de 85% dos estudantes universitários do Brasil estão sendo obrigados a pagar para estudar nas instituições particulares, simplesmente porque não há vaga para todos nas universidades públicas como a UEPA e UFPA, por exemplo. O vestibular segue sendo uma violência e uma forma de fazer com que milhões de estudantes não alcancem seus próprios sonhos!

As direções da União Nacional de Estudantes/UNE e da União Brasileira de Estudantes Secundaristas/UBES veem cumprindo um papel nefasto. Pois são as entidades que deveriam nos defender, chamar a mobilização e a luta contra o aumento das mensalidades, mas nada fazem. Estão paralisadas pela suas direções majoritárias (PT-Kizomba e PCdoB-UJS), que faz anos que estão imóveis, caladas e domesticadas pelo Governo Dilma, pois são defensores de suas políticas educacionais patronais! Esses setores do movimento não estão à altura das lutas, pois estão presos ao governo. Nunca chamam luta contra o aumento das mensalidades, não organizam mobilização, mesmo estando representadas nas reuniões do PROCON-PA e sabendo de tudo! Repudiamos essas direções burocráticas subservientes e silenciosas aos governos do PT e do PSDB na luta contra o aumento das mensalidades!

Diante disso, nós estudantes secundaristas do coletivo Vamos à Luta e membros dos grêmios escolares abaixo assinados, queremos expressar toda nossa solidariedade à luta de universitários da UNAMA, da FIBRA, da FAP, dos estudantes de cursinhos pré-vestibulares e dos estudantes secundaristas do Impacto, Ideal, Madre Celeste, Universo e etc. Todos devemos nos somar na luta contra o aumento das mensalidades. Nós estaremos fortalecendo a sua luta pois também é parte da nossa, uma vez que muitos estudantes secundaristas do NPI, do Ulysses Guimarães, do Orlando Bitar e demais escolas públicas muitas vezes entram para as universidades privadas, sendo obrigados a pagar para poder ter o ensino superior. Contem com o nosso apoio, companheiros! Todos ao ato no dia 13/01, às 9h, em frente ao PROCON-PA! Vamos à luta pelo congelamento das mensalidades já!

Coletivo Vamos à Luta!
Grêmio Ulysses Guimarães
Grêmio Orlando Bitar
Grêmio NPI