Milhares nas ruas manifestam seu repúdio ao governo Dilma/Lula e exigem sua renúnciaNas suas casas, empregos, bairros e universidades, são milhões os que não querem mais que continue esse governo, que fruto de um estelionato eleitoral e após 14 aos de governos PT/PMDB e outros partidos corruptos como aliados, trouxeram ao povo trabalhador e a juventude desemprego, arrocho, inflação, e sucatearam a saúde, a educação e a segurança pública. Mas se estes já são fatos suficientes para repudiar o PT, Dilma e Lula, os escândalos de corrupção que viram à tona com a operação Lava Jato escancararam as entranhas corruptas do poder do qual o PT foi um dos beneficiários.

O PT ao mudar de lado e trair o povo trabalhador, se aliou ao mais podre da política brasileira: Maluf, Sarney, Collor, Jader Barbalho, Cunha, Renan Calheiros, etc. E como não poderia ter sido diferente entrou no “jogo do poder”: com a chave do cofre na mão, beneficiou bancos, empreiteiras, agronegócio, montadoras multinacionais, que contribuíram com suas milionárias campanhas eleitoras, via caixa dois, desvio de dinheiro das empresas “públicas”, obras superfaturadas que rendiam gordas propinas para o PT mas também para o PSDB, o PMDB, o PP e a maioria dos partidos da ex. “base aliada” e os principais partidos da oposição.

LULA VIRA MINISTRO PARA SE SALVAR DA PRISÃO E TENTAR EVITAR O NAUFRÁGIO DE DILMA

A pá de cal que enfureceu – com toda razão- ainda mais o povo, foi a manobra de Lula virar ministro de Dilma para obter o execrável “foro privilegiado” – uma verdadeira blindagem para os políticos corruptos –  e ser assim julgado pelo STF, onde muitos dos juízes foram nomeados pelo PT.

Mas também para evitar o naufrágio total do governo Dilma, que estava nocauteada pela imensa insatisfação popular somado a pressão dos partidos da velha direita (PSDB, PMDB, DEM) que insistiam com seu impeachment ou com a cassação de toda a chapa via o TSE.

LULA E DILMA: VÍTIMAS OU ALGOZES?

Como era de se esperar, o governo deflagrou uma verdadeira campanha para se fazer de vítima. Inventam um golpe, falam de fascismo, de perseguição e injustiças, de violações ao estado democrático de direito e de grampos ilegais.

Mas nada disso é verdade: os golpistas são Dilma, Lula e o PT, pois Dilma se elegeu prometendo não mexer nos direitos do trabalhador “nem que a vaca tussa” e lançou um brutal ajuste contra o povo ao mais puro estilo neoliberal. Se tem golpe é do governo Dilma PT/PMDB com sua lei antiterrorista, sua criminalização dos movimentos, sua abertura aos transgênicos para que a Monsanto polua nossas terras e rios; se houve violação ao estado democrático de direito foi por parte do governo Dilma/Lula/PMDB contra os povos indígenas em Belo Monte. Ou ainda ontem onde o prefeito petista de Niterói, em conluio com o Reitor petista da UFF, impôs à base de balas e gás de pimenta a entrega do hospital universitário para a EBSERH. Ou quando junto com os tucanos e peemedebistas reprimiram ferozmente as jornadas de junho de 2013. Ou quando a Força Nacional ocupou as favelas da Maré, reprimindo o povo pobre e negro.

Em resumo: eles hoje, ao ser abandonados pelo movimento de massas a quem não controlam mais, já não servem à burguesia, que se monta na insatisfação popular para disputar a chave do cofre. Pois seu projeto é seguir roubando dinheiro público e seguir arrochando o povo para que este pague pela crise.

PRISÃO PARA TODOS OS CORRUPTOS

ABERTURA DO SIGILO TELEFONICO, FISCAL E BANCÁRIO DE LULA, DILMA, TEMER, AECIO E TODOS OS ENVOLVIDOS NA LAVA JATO!

Não podemos confiar no Judiciário nem nos juízes, pois o país quer saber TODA A VERDADE, que venha a tona a podridão que corrói este regime podre do poder econômico e da corrupção. Por isso queremos a abertura de todos os sigilos bancários, telefônicos e fiscais de todos os políticos e empresários envolvidos na operação lava jato. Defendemos o fim do foro privilegiados dos políticos.

Por isso é imprescindível reforçar nossas lutas e mobilizações, conseguir a unidade dos setores, sindicatos e partidos que nada tem a ver com o ajuste e a corrupção.

Até agora os que tentam capitalizar a insatisfação popular são os partidos da velha direita. E infelizmente muitos dos setores da esquerda que não está envolvida nem com a corrupção nem com o ajuste, fazem coro com o suposto golpe ou diretamente encobrem o governo Dilma/Lula como se fosse o mal menor. E se a esquerda não se postula com uma política clara contra tudo o que está aí, a direita terminará capitalizando.

UNIDADE DA ESQUERDA E DOS SETORES POPULARES PARA TIRAR DILMA, LULA, TEMER E AÉCIO! FORA TODOS!

Por salário, trabalho, saúde, educação e segurança pública de qualidade, que a crise a paguem os ricos! Nem um tostão mais para banqueiros e empreiteiras! Dinheiro para resolver a grave crise social!

Que o PSOL, o PSTU, o PCB e os partidos que se reivindicam da oposição de esquerda, junto aos sindicatos e movimentos combativos, se reúnam e discutam um plano de ação e uma proposta de política econômica de emergência, que convoquem um ato deste terceiro campo, pois dessa forma conquistaremos pela nossa força a saída de Dilma/Lula sem cair no canto da sereia de Aécio, Temer ou Cunha, pois todos eles têm que ser postos para fora pela força de nossa luta e mobilização. Assim nesse caminho será a forma como poderemos conquistar um governo da verdadeira esquerda, dos trabalhadores, da juventude e do povo.

CST-PSOL – 18/03/2016